Total de visualizações de página

PESSOAS QUE GOSTAM DESTE SITE

24 março 2014

LIÇÃO 13 – O LEGADO DE MOISÉS / SLIDES DA LIÇÃO






LIÇÃO 13 – O LEGADO DE MOISÉS





TEXTO ÁUREO
"Era Moisés da idade de cento e vinte anos quando morreu; os seus olhos nunca se escureceram, nem perdeu ele o seu vigor" (Dt 34.7).

VERDADE PRÁTICA
Moisés foi usado por Deus para tirar Israel do Egito e entregar os Dez Mandamentos para a humanidade




INTRODUÇÃO
Moisés nasceu quando Israel estava cativo no Egito, durante os terríveis dias em que Faraó ordenou que todos os recém-nascidos israelitas do sexo masculino fossem mortos (Êx 1.15,16) “E o rei do Egito falou às parteiras das hebréias (das quais o nome de uma era Sifrá, e o nome da outra, Puá) e disse: Quando ajudardes no parto as hebréias e as virdes sobre os assentos, se for filho, matai-o; mas, se for filha, então, viva.”. Casou-se com Zípora, filha de Jetro, sacerdote de Midiã, descendente de Abraão (Gn 25.1,2). Ele teve uma comunhão especial com o Senhor e nas Escrituras Sagradas é repetidamente chamado de "servo de Deus", pois "foi fiel em toda a sua casa" (Hb 3.5). No último livro do Antigo Testamento, Deus chama Moisés de "meu servo" (Ml 4.4) “Lembrai-vos da Lei de Moisés, meu servo, a qual lhe mandei em Horebe para todo o Israel, a qual são os estatutos e juízos”, e no último livro do Novo Testamento ele é chamado "Moisés, servo de Deus" (Ap 15.3) “E cantavam o cântico de Moisés, servo de Deus, e o cântico do Cordeiro, dizendo: Grandes e maravilhosas são as tuas obras, Senhor, Deus Todo-poderoso! Justos e verdadeiros são os teus caminhos, ó Rei dos santos!”. Moisés é uma figura tipológica de Cristo. 






I - OS ÚLTIMOS DIAS DE MOISÉS


1. As palavras de despedida. O ministério de Moisés chegaria ao fim em breve. Consciente deste fato, ele se despede ensinando o seu povo a guardar as leis.

No capítulo 32 do livro de Deuteronômio, temos o último cântico de Moisés. O servo do Senhor se despede com adoração e louvor. Moisés de forma bem didática faz um resumo de toda a história de Israel em forma de cântico. Segundo a Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal, ele "fez o povo lembrar de seus erros, a fim de que não mais os repetisse e suscitou a nação a confiar apenas em Deus".

2. Moisés incentiva o povo a meditar na Palavra. Moisés era um homem que amava os preceitos divinos. Por isso, antes de sua partida ele incentiva e reforça a ideia de que os israelitas precisavam ouvir e obedecer às ordenanças de Deus, a fim de que prosperassem enquanto nação. Sabemos que todos que amam e meditam na lei de Deus são bem-aventurados (Sl 1.1-6) “Bem-aventurado o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes, tem o seu prazer na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite. Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto na estação própria, e cujas folhas não caem, e tudo quanto fizer prosperará. Não são assim os ímpios; mas são como a moinha que o vento espalha. Pelo que os ímpios não subsistirão no juízo, nem os pecadores na congregação dos justos. Porque o SENHOR conhece o caminho dos justos; mas o caminho dos ímpios perecerá”.

3. Moisés vê a Terra Prometida e morre. Antes de morrer, Moisés abençoou cada uma das tribos de Israel (Dt 33.1-29). Ele lutou em favor do seu povo e o amou até os últimos dias de sua vida. Ele foi fiel a Deus e à sua nação em tudo. Por ocasião de sua morte, por ordem de Deus, Moisés sobe até o monte Nebo e dali avista toda a Terra Prometida. Porém, não tem permissão para entrar nela. Moisés havia desobedecido a Deus ferindo a rocha (Nm 20). Ali no monte, solitário, o grande legislador vai se encontrar com o seu Deus. Ele foi sepultado pelo Senhor em um vale na terra de Moabe, todavia, o local nunca foi revelado a ninguém (Dt 34.6) “Este o sepultou num vale, na terra de Moabe, defronte de Bete-Peor; e ninguém tem sabido até hoje a sua sepultura”. Certamente Deus quis evitar que o local, assim como o corpo de Moisés, fossem venerados pelos israelitas. Durante trinta dias os israelitas choraram e lamentaram a morte de Moisés (Dt 34.8) “E os filhos de Israel prantearam a Moisés trinta dias, nas campinas de Moabe; e os dias do pranto do luto de Moisés se cumpriram”.

4. Moisés nomeia seu sucessor (Dt 31.1-8) “Depois, foi Moisés, e falou estas palavras a todo o Israel, e disse-lhes: Da idade de cento e vinte anos sou eu hoje; já não poderei mais sair e entrar; além disso, o SENHOR me disse: Não passarás o Jordão. O SENHOR, teu Deus, passará adiante de ti; ele destruirá estas nações diante de ti, para que as possuas; Josué passará adiante de ti, como o SENHOR tem dito. E o SENHOR lhes fará como fez a Seom, e a Ogue, reis dos amorreus, e à sua terra, os quais destruiu. Quando, pois, o SENHOR vo-los der diante de vós, então, com eles fareis conforme todo o mandamento que vos tenho ordenado. Esforçai-vos, e animai-vos; não temais, nem vos espanteis diante deles, porque o SENHOR, vosso Deus, é o que vai convosco; não vos deixará nem vos desamparará. E chamou Moisés a Josué e lhe disse aos olhos de todo o Israel: Esforça-te e anima-te, porque com este povo entrarás na terra que o SENHOR jurou a teus pais lhes dar; e tu os farás herdá-la. O SENHOR, pois, é aquele que vai adiante de ti; ele será contigo, não te deixará, nem te desamparará; não temas, nem te espantes”. É necessário começar bem um ministério e terminá-lo de igual forma. Moisés preparou Josué para que este fosse o seu sucessor. O Legislador de Israel tinha consciência de que seu ministério um dia findaria. É muito importante que o líder do povo de Deus tenha esta consciência e prepare os seus sucessores ainda em vida, assim como fez Moisés (Dt 34.7-9) “Era Moisés da idade de cento e vinte anos quando morreu; os seus olhos nunca se escureceram, nem perdeu ele o seu vigor. E os filhos de Israel prantearam a Moisés trinta dias, nas campinas de Moabe; e os dias do pranto do luto de Moisés se cumpriram. E Josué, filho de Num, foi cheio do espírito de sabedoria, porquanto Moisés tinha posto sobre ele as suas mãos; assim, os filhos de Israel lhe deram ouvidos e fizeram como o SENHOR ordenara a Moisés”.








II - MOISÉS, PASTOR DE ISRAEL


1. Homem de Deus. No final de sua carreira, Moisés é chamado nas Escrituras de "homem de Deus" (Dt 33.1) “Esta, porém, é a bênção com que Moisés, homem de Deus, abençoou os filhos de Israel antes da sua morte”. Ele é também pastor e líder do povo de Israel sob a mão de Deus (Sl 77.20) “Guiaste o teu povo, como a um rebanho, pela mão de Moisés e de Arão”. Assim, Homem de Deus é o homem a quem Deus usa como Ele quer.

2. Homem de oração. A vida de intensa oração de Moisés resultou em força, coragem, destemor, sabedoria e humildade, pois o povo de Israel era na época muito desobediente, murmurador e carnal. Moisés era um homem muito ocupado com seus encargos, mas conseguia levar sempre muito tempo em oração intercessória pelo povo. Era com a sabedoria do Alto que Moisés orava. Um exemplo disso está em Êxodo 33.13, quando ele diz: "rogo-te que [...] me faças saber o teu caminho". No versículo 18, ele ora em continuação: "Rogo-te que me mostres a tua glória". Essas duas orações não devem ser invertidas pelo crente, como alguns fazem por imaturidade ou fanatismo.
Moisés intercedeu diante do Senhor pedindo para entrar na tão sonhada Terra Prometida, mas Deus negou esse pedido (Dt 3.23-25) “Também eu pedi graça ao SENHOR, no mesmo tempo, dizendo: Senhor JEOVÁ, já começaste a mostrar ao teu servo a tua grandeza e a tua forte mão; porque, que deus há nos céus e na terra, que possa fazer segundo as tuas obras e segundo a tua fortaleza? Rogo-te que me deixes passar, para que veja esta boa terra que está dalém do Jordão, esta boa montanha e o Líbano”.
Oremos sempre uns pelos outros, inclusive pelos desconhecidos. Intercedamos "por todos os homens" (1 Tm 2.1) “Admoesto-te, pois, antes de tudo, que se façam deprecações, orações, intercessões e ações de graças por todos os homens”, a fim de que alcancem a eterna Jerusalém.

3. Homem de fé. Moisés agia por fé em Deus (Hb 11.24-29) “Pela fé, Moisés, sendo já grande, recusou ser chamado filho da filha de Faraó, Escolhendo, antes, ser maltratado com o povo de Deus do que por, um pouco de tempo, ter o gozo do pecado; tendo, por maiores riquezas, o vitupério de Cristo do que os tesouros do Egito; porque tinha em vista a recompensa. Pela fé, deixou o Egito, não temendo a ira do rei; porque ficou firme, como vendo o invisível. Pela fé, celebrou a Páscoa e a aspersão do sangue, para que o destruidor dos primogênitos lhes não tocasse. Pela fé, passaram o mar Vermelho, como por terra seca; o que intentando os egípcios, se afogaram”, daí, a quantidade de milagres realizados pelo Senhor através dele. Seus pais foram campeões da fé (Hb 11.23) “Pela fé, Moisés, já nascido, foi escondido três meses por seus pais, porque viram que era um menino formoso; e não temeram o mandamento do rei”, pois a fé em Deus opera milagres (Mt 17.18-21) “E repreendeu Jesus o demônio, que saiu dele; e, desde aquela hora, o menino sarou. Então, os discípulos, aproximando-se de Jesus em particular, disseram: Porque não pudemos nós expulsá-lo? E Jesus lhes disse: Por causa da vossa pequena fé; porque em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá - e há de passar; e nada vos será impossível. Mas esta casta de demônios não se expulsa senão pela oração e pelo jejum” (At 3.16) “E, pela fé no seu nome, fez o seu nome fortalecer a este que vedes e conheceis; e a fé que é por ele deu a este, na presença de todos vós, esta perfeita saúde” (At 6.8;) “E Estêvão, cheio de fé e de poder, fazia prodígios e grandes sinais entre o povo”. Aliás, um dos dons espirituais é o da fé (1 Co 12.9) “e a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; e a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar”; fé para operar maravilhas.

Moisés e Arão realizaram muitos milagres perante Faraó e seus oficiais no período que precedeu a saída de Israel do Egito (Êx 4-12) “Vai, pois, agora, e eu serei com a tua boca e te ensinarei o que hás de falar”. Esses milagres em forma de catástrofes tinham por objetivo demonstrar publicamente que os deuses do Egito nada eram diante do Deus verdadeiro e único de Israel (Êx 12.12) “E eu passarei pela terra do Egito esta noite e ferirei todo primogênito na terra do Egito, desde os homens até aos animais; e sobre todos os deuses do Egito farei juízos. Eu sou o SENHOR” (Nm 33.4) “enterrando os egípcios os que o SENHOR tinha ferido entre eles, a todo primogênito, e havendo o SENHOR executado os seus juízos nos seus deuses”.








III - APRENDENDO COM MOISÉS


1. A cultivar comunhão com Deus. "Cultivar", significa incentivar, preparar para o crescimento. Muito antes de as primeiras flores aparecerem ou os sinais do fruto serem vistos, muito foi feito para preparar a planta para o fruto esperado. O lavrador cuida da planta com zelo para que esta seja mais produtiva. Este processo de carinho e atenção é o cultivo. É em nossa relação com Deus, mediante a comunhão contínua, que nossa vida é mudada e desenvolvida em direção à realização plena. Como filho de Deus, você desfruta de plena comunhão com o Pai, o Filho e o Espírito Santo? Cultive, como Moisés, esta comunhão, passando mais tempo com Deus em oração, leitura da Palavra e adoração. Moisés foi um homem que cultivou uma comunhão bastante íntima com Deus.

2. A ter comunhão com outros crentes. Através da vida de comunhão com os santos, você é incentivado a viver a vida cristã saudável e abundante. Os primeiros cristãos tinham comunhão diária entre si (At 2.46) “E, perseverando unânimes todos os dias no templo e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração”. Não admira que suas vidas fossem testemunhos poderosos do Evangelho e fizessem com que as pessoas tivessem sede de salvação. Havia uma colheita diária de almas, à medida que o Senhor acrescentava à igreja os que iam sendo salvos (At 2.46,47) “E, perseverando unânimes todos os dias no templo e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração, louvando a Deus e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar”. Moisés prezava pela comunhão em família e com todo o povo de Deus. Sigamos de perto o seu exemplo e busquemos a comunhão com os nossos irmãos, pois estamos também todos caminhando rumo à Terra Prometida.

3. A aceitar o ministério de líderes piedosos. Os líderes são instrumentos de Deus para alimentar e nutrir seu povo. Efésios 4.11-13 “E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores, querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo, até que todos cheguemos à unidade da fé e ao conhecimento do Filho de Deus, a varão perfeito, à medida da estatura completa de Cristo” enfatiza que o propósito dos ministérios de apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e doutores na igreja é edificar o povo de Deus. Quando você aceita e aplica os ensinos de Deus, que nos são proporcionados por meio dos líderes que Ele chamou, você é levado a um lugar de maior fertilidade e de crescimento (Ef 4.16) “do qual todo o corpo, bem ajustado e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor”. Toda vez que os hebreus deixavam de obedecer a Moisés eles pecavam e eram grandemente prejudicados. Quando Miriã se rebelou contra a liderança de Moisés, seu irmão, ela ficou leprosa e o povo todo não pôde partir. Todos ficaram retidos pela desobediência de uma única pessoa.

4. A ter cuidado com os inimigos. Ao entrarem na Terra Prometida, os israelitas tinham de destruir as nações ímpias que ali viviam. Esse era o plano de Deus, mas Israel não o seguiu. Em consequência disso, o povo de Israel foi seduzido pelos maus caminhos desses povos (Sl 106.34-36) “Não destruíram os povos, como o SENHOR lhes dissera. Antes, se misturaram com as nações e aprenderam as suas obras. E serviram os seus ídolos, que vieram a ser-lhes um laço”. Essa experiência é um aviso para nós. Cuidado com o Inimigo e as suas propostas. Vigie para que você e sua família não sejam seduzidos pelas coisas deste mundo. O mundo e a sua concupiscência é passageiro, mas os valores de Deus e a sua Palavra são eternos.







CONCLUSÃO


Moisés cumpriu sua carreira com fé em Deus, coragem e determinação. Em tudo ele buscou ser fiel ao Senhor. Sigamos o exemplo deste líder a fim de que possamos viver com sabedoria e a agradar a Deus em toda a nossa maneira de viver.



___________________________

OBS: O tamanho original de cada slide é 28x19 cm, para manter as proporções e qualidades dos slides, sugerimos alterar o tamanho do seu slide no PowerPoint em “Design” e depois “Configurar página”.

Referências

Revista Lições Bíblicas. UMA JORNADA DE FÉ, A formação do povo de Israel e sua herança espiritual. Lição 13 – O legado de Moisés. I – Os últimos dias de Moisés. 1. As palavras de despedida. 2. Moisés incentiva o povo a meditar na Palavra. 3. Moisés vê a Terra prometida e morre. 4. Moisés nomeia seu sucessor. II – Moisés, pastor de Israel. 1. Homem de Deus. 2. Homem de oração. 3. Homem de fé. III – Aprendendo com Moisés. 1. A cultivar comunhão com Deus. 2. A ter comunhão com outros crentes. 3. A aceitar o ministério de líderes piedosos. 4. A ter cuidado com os inimigos. Conclusão. Editora CPAD. Rio de Janeiro – RJ. 1° Trimestre de 2014.

Comente com o Facebook:

10 comentários:

  1. amei tudo isso pois é uma lição esplendida DEUS falou muito comigo através desta glorioso lição biblica.

    ResponderExcluir
  2. Paz do senhor amados professores, quero deixar a todos o link dessa belíssima lição para que possam baixar e utiliza-la nas suas aulas, esse slide é igual ao que está descrito nesse site espero que gostem
    http://cyberprotuto.blogspot.com.br/2014/03/slides-das-licoes-biblicas-dominicais.html

    ResponderExcluir
  3. irmao ismael quero te parabenizar mais uma vez pelo seu belissimo trabalho .nao tenho usado mais seus islaides nas minhas aulas pois tenho dado aulas aos adolescentes.como vc mesmo me disse tem sido uma experiencia maravilhosa eles mim chamam de pai da pra imaginar kk .mas tenho saudades do recheio q vc coloca nas liçoes.ainda tenho o link do seu site as pezes passo so para matar saudades e ouvir hinos .q Deus continue abençoando a vc e sua familia. tao sedo ele vira nos buscar e a nossa sede de justiça se sara tenha so um pouco de paciência ainda falta alguns para entrar por essas portas.paz jpaulo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Professor JPaulo Silva, que maravilha ver a sua participação aqui novamente! Fico feliz em saber que você está prosperando como professor da classe dos adolescentes, Deus continue lhe abençoando! Sua visita aqui é sempre muito importante! Abraços a todos os seus alunos da EBD! Shalom Adonai!

      Excluir
  4. Amo de mais estas aulas, figuras, e videos.Acrescenta muito em minha vida e na vida da Igreja!!!.
    Parabens!!!!.Acesse se quizer meus sites e meus videos, Shalom!!!!.

    ResponderExcluir
  5. Parabens!!!!.Acesse se quizer meus sites e meus videos, Shalom!!!!.

    TEMOS,1 SITE DESTINADO A CULTURA GERAL, um outro site destinado a assuntos teológicos e 1 outro site destinado a entretenimento, e um blog de estudos Bíblicos e variedades.. Temos 3 sites e 1 blog!.ACESSEM,DIGITE PROF.MARCIO DE MEDEIROS no GOOGLE.
    NOSSA PAGINA DO FACE:http://www.facebook.com/ProfMarcioDeMedeiros?ref=h
    ACESSE:http://profmarciodemedeiros.blogspot.com/
    (Blog de assuntos Bíblicos e variedades)
    Acesse: http://profmarcio.ucoz.com/
    (Site de jogos e entretenimento)
    ACESSE:https://sites.google.com/site/profmarciodemedeiros/
    (Site de cultura geral)
    Acesse:http://www.prof-marcio-de-medeiros.webnode.com/seminariosetef/
    (Site de assuntos teológicos)
    Nossos videos:
    https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=vxBAQf2qA5o
    https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=HK26_Xwh9sE

    ResponderExcluir
  6. Sem querer poluir o site, eu gostaria de saber como e onde o amdo faz estas excelentes figuras!!..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo professor Márcio de Medeiros, nos perdoe pela demora em responder, tenho administrado o tempo para ver se não falho com este trabalho da EBD, mas, não está fácil, é muita coisa para fazer em pouco tempo, agradeço imensamente sua participação! Os slides são produzidos no programa Photoshop, ainda não tenho muito domínio sobre as ferramentas do programa, mas já ajuda bastante na elaboração desses slides, pretendo fazer um curso para aprimorar as técnicas e oferecer um trabalho melhor para os irmãos. Volte sempre meu amigo! Um grande abraço! Deus lhe abençoe!

      Excluir
  7. Um grande abraço! tb Deus lhe abençoe!.O senhor faz estas figuras de forma profissional.parabens, sao poucos os sites cristaos assim, vou orar por ti, é o minimo que devo fazer!!!.Shalom!!!.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua participação! Volte sempre!