Total de visualizações de página

PESSOAS QUE GOSTAM DESTE SITE

26 janeiro 2014

LIÇÃO 5 – A TRAVESSIA DO MAR VERMELHO / SLIDES DA LIÇÃO




LIÇÃO 5 – A TRAVESSIA DO MAR VERMELHO








TEXTO ÁUREO
"O Senhor é a minha força e o meu cântico; ele me foi por salvação; este é o meu Deus [...]" (Êx 15.2).



VERDADE PRÁTICA
Deus tirou o seu povo do Egito e o conduziu com zelo, proteção e provisão pelo deserto até a Terra Prometida.



INTRODUÇÃO
Na lição de hoje veremos como se deu a saída dos hebreus do Egito. Você pode imaginar a alegria do povo hebreu? Deus tem o tempo certo de agir. O povo teve que esperar 430 anos até o dia da tão esperada liberdade. O dia chegou e quem traçou a rota de saída foi o próprio Senhor. O caminho escolhido foi o mais longo, pois Deus conhecia o coração dos israelitas e sabia que na primeira dificuldade logo desejariam retornar. Nesta lição veremos que Deus retirou Israel do Egito e cuidou do seu povo todos os dias durante a longa travessia pelo deserto até a entrada da tão sonhada Terra Prometida.




I - A TRAVESSIA DO MAR


1. A saída do Egito (Êx 12.11,37): Deus retirou com mão forte o seu povo do Egito. Depois de tudo que presenciaram, tanto os israelitas quanto os egípcios perceberam que estavam diante de um milagre divino, um acontecimento sobrenatural. Agora era hora da partida. O povo já estava preparado para ir embora, todos vestidos e com seus cajados nas mãos. Você está preparando para a viagem à Casa do Pai? Todos terão um dia que fazer esta passagem. Segundo o texto bíblico de Êxodo 12.37 “Assim, partiram os filhos de Israel de Ramessés para Sucote, coisa de seiscentos mil de pé, somente de varões, sem contar os meninos.”, deixaram o Egito seiscentos mil homens, fora os meninos e as mulheres. Os israelitas não saíram do Egito de mãos vazias. Deus os abençoou de tal maneira que eles despojaram os egípcios (Êx 12.36) “E o SENHOR deu graça ao povo em os olhos dos egípcios, e estes emprestavam-lhes, e eles despojavam os egípcios.” Era uma pequena retribuição por todos os anos de trabalho escravo a que foram submetidos.

A rota escolhida pelo Senhor para a saída do Egito foi a mais longa, pois nem sempre Deus escolhe o caminho mais rápido para nos abençoar. O objetivo de tal escolha era também evitar que os israelitas tivessem que passar pelo caminho dos filisteus, evitando confronto com eles (Êx 13.17) “E aconteceu que, quando Faraó deixou ir o povo, Deus não os levou pelo caminho da terra dos filisteus, que estava mais perto; porque Deus disse: Para que, porventura, o povo não se arrependa, vendo a guerra, e tornem ao Egito”. Os hebreus não estavam preparados para lutar, pois ainda estavam acostumados à escravidão. Deus também sabia que diante de qualquer obstáculo o povo iria querer voltar para o Egito.

2. A perseguição de Faraó (Êx 14.5-9). O povo estava acampado próximo do mar Vermelho quando o coração de Faraó foi mais uma vez endurecido contra os hebreus (Êx 14.5) “Sendo, pois, anunciado ao rei do Egito que o povo fugia, mudou-se o coração de Faraó e dos seus servos contra o povo, e disseram: Por que fizemos isso, havendo deixado ir a Israel, para que nos não sirva?”. Então, Faraó tomou todo o seu exército e saiu em perseguição ao povo de Deus. Aqueles que servem ao Senhor com integridade são alvos de muitas perseguições, mas temos um Deus que nos livra de todas as aflições e perseguições (Sl 34.19) “Muitas são as aflições do justo, mas o SENHOR o livra de todas.”. O povo de Israel ficou apavorado quando viu o exército de Faraó vindo em sua direção. Diante deles estava o mar e atrás um grande exército inimigo. Há momentos em que o Inimigo tenta nos acuar, mas Deus sempre sai em defesa do seu povo, por isso, não tenha medo. Confie firmemente no Senhor e Ele o guardará (Sl 121.1) “Elevo os olhos para os montes: de onde me virá o socorro?” Diante da perseguição de Faraó os israelitas mais uma vez clamam ao Senhor (Êx 14.10) “E, chegando Faraó, os filhos de Israel levantaram seus olhos, e eis que os egípcios vinham atrás deles, e temeram muito; então, os filhos de Israel clamaram ao SENHOR”. Deus ouve a oração do seu povo, Ele também responde a súplica que lhe fazemos, por isso ore, clame e veja o agir do Todo-Poderoso em sua vida.

3. A ruína de Faraó e seu exército (Êx 14.26-31). "Dize aos filhos de Israel que marchem" (Êx 14.15). Esta foi a resposta do Senhor para o seu povo que estava sendo perseguido pelo exército egípcio. Eles marcharam e Deus enviou durante toda aquela noite um vento e o mar se abriu. O Senhor providenciou um caminho para os israelitas passarem, e o mesmo caminho serviu de juízo para Faraó e seu exército.

O povo de Deus atravessou o mar e quando os egípcios intentaram fazer o mesmo, o Senhor os destruiu (Êx 14.27,28) “Então, Moisés estendeu a sua mão sobre o mar, e o mar retomou a sua força ao amanhecer, e os egípcios fugiram ao seu encontro; e o SENHOR derribou os egípcios no meio do mar, porque as águas, tornando, cobriram os carros e os cavaleiros de todo o exército de Faraó, que os haviam seguido no mar; nem ainda um deles ficou”. Para que o povo não duvidasse, Deus permitiu que os israelitas vissem os corpos dos egípcios na praia (Êx 14.30) “Assim, o SENHOR salvou Israel naquele dia da mão dos egípcios; e Israel viu os egípcios mortos na praia do mar”.









II - O CÂNTICO DE MOISÉS
1. Moisés celebra a Deus pela vitória (Êx 15.1-19). Diante de tão grande livramento, Moisés eleva um cântico ao Senhor em adoração. O cântico de Moisés foi uma forma de agradecer a Deus pelos seus feitos. Louve a Deus por tudo que Ele é e por tudo que Ele tem feito em sua vida. Ofereça ao Senhor sacrifícios de gratidão (Lv 22.29) “E, quando sacrificardes sacrifício de louvores ao SENHOR, o sacrificareis de vossa vontade”. Podemos oferecer-lhe nosso louvor e a nossa adoração: "Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nenhum de seus benefícios" (Sl 103.2). 

Segundo a Bíblia de Estudo Pentecostal, "o livramento dos israelitas das mãos dos egípcios prefigura e profetiza a vitória do povo de Deus sobre Satanás e o Anticristo nos últimos dias; daí um dos cânticos dos redimidos ser chamado o 'cântico de Moisés' (Ap 15.3) “E cantavam o cântico de Moisés, servo de Deus, e o cântico do Cordeiro, dizendo: Grandes e maravilhosas são as tuas obras, Senhor, Deus Todo-poderoso! Justos e verdadeiros são os teus caminhos, ó Rei dos santos!”

2. Miriã juntamente com as mulheres louvam a Deus (Êx 15.20,21). Por intermédio de Êxodo 15.20 “Então, Miriã, a profetisa, a irmã de Arão, tomou o tamboril na sua mão, e todas as mulheres saíram atrás dela com tamboris e com danças”, podemos ver que Miriã não era apenas profetisa (Nm 12.2) “E disseram: Porventura, falou o SENHOR somente por Moisés? Não falou também por nós? E o SENHOR o ouviu”, ela também tinha habilidades musicais. Segundo a Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal, "a profecia e a música estão frequentemente relacionadas na Bíblia" (1 Sm 10.5) “Então, virás ao outeiro de Deus, onde está a guarnição dos filisteus; e há de ser que, entrando ali na cidade, encontrarás um rancho de profetas que descem do alto e trazem diante de si saltérios, e tambores, e flautas, e harpas; e profetizarão” (1 Cr 25.1) “E Davi, juntamente com os capitães do exército, separou para o ministério os filhos de Asafe, e de Hemã, e de Jedutum, para profetizarem com harpas, e com alaúdes, e com saltérios; e este foi o número dos homens aptos para a obra do seu ministério”. Miriã adorou a Deus juntamente com todas as mulheres. Foi um dia de grande alegria e celebração para Israel. Era impossível ficar calado diante da demonstração do poder de Deus. O Senhor espera que o adoremos por seus atos grandiosos, e que o adoremos em Espírito e em verdade, pois o Pai procura aqueles que assim o adoram (Jo 4.23,24) “Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade, porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade”.

3. Celebrando a Deus. Todo Israel, em uma única voz, cantou e celebrou a grande vitória. Foi uma alegria coletiva nunca vista antes na história do povo de Deus. Celebre a Deus individual e diariamente (Sl 100.1) “Celebrai com júbilo ao SENHOR, todos os moradores da terra”, mas também na sua congregação, como um só corpo.










III - A PROTEÇÃO E O CUIDADO DE DEUS COM SEU POVO


1. Uma coluna de nuvem guiava o povo de Deus (Êx 13.21,22; 40.36,37). O Senhor não somente resgatou o seu povo, mas o conduziu de forma cuidadosa durante todo o deserto. Temos um Deus que se preocupa e cuida de nós. O Senhor enviou uma coluna de nuvem para proteger o seu povo. Durante o dia esta coluna fazia sombra para que o povo de Deus pudesse suportar o calor escaldante do deserto (Êx 13.21) “E o SENHOR ia adiante deles, de dia numa coluna de nuvem, para os guiar pelo caminho, e de noite numa coluna de fogo, para os alumiar, para que caminhassem de dia e de noite”. Esta coluna, segundo Charles F. Pfeifer, "era um sinal real da verdadeira presença de Jeová com o seu povo". 

2. Deus cuida do seu povo (Êx 16.4; Dt 29.5). O Senhor não mudou, Ele cuidou do seu povo na travessia pelo deserto e também cuida de nós em todo o tempo (Hb 13.5) “Sejam vossos costumes sem avareza, contentando-vos com o que tendes; porque ele disse: Não te deixarei, nem te desampararei”. Confie no Senhor e não murmure como fez o povo no deserto, pois o Pai cuida de nossa provisão. Em o Novo Testamento, Paulo faz uma séria recomendação, a fim de que não venhamos nunca a seguir o exemplo de Israel: "E não murmureis, como também alguns deles murmuraram e pereceram pelo destruidor" (1 Co 10.10). Murmurar é falar mal de alguém ou algo. A murmuração é um grave pecado contra Deus (Fp 2.14) “Fazei todas as coisas sem murmurações nem contendas”.







CONCLUSÃO


Deus livrou seu povo do cativeiro e o conduziu pelo deserto. O Senhor é fiel, imutável e também cuidará de você até a sua chegada aos céus. Creia no poder providente e protetor do nosso Pai Celestial e confie no seu cuidado e na sua proteção. Estude com afinco a história do povo de Deus, pois ela vai ajudá-lo a não cair nos mesmos pecados dos israelitas.



___________________________

OBS: O tamanho original de cada slide é 28x19 cm, para manter as proporções e qualidades dos slides, sugerimos alterar o tamanho do seu slide no PowerPoint em “Design” e depois “Configurar página”.

Referências

Revista Lições Bíblicas. UMA JORNADA DE FÉ, A formação do povo de Israel e sua herança espiritual. Lição 5 – A travessia do Mar Vermelho. I – A travessia do Mar. 1. A saída do Egito. 2. A perseguição de Faraó. 3. A ruína de Faraó e seu exército. II – O cântico de Moisés. 1. Moisés celebra a Deus pela vitória. 2. Miriã Juntamente com as mulheres louvam a Deus. 3. Celebrando a Deus. III – A proteção e o cuidado de Deus com seu povo. 1. Uma coluna de nuvem guiava o povo de Deus. 2. Deus cuida do seu povo. Conclusão. Editora CPAD. Rio de Janeiro – RJ. 1° Trimestre de 2014.

11 comentários:

  1. muito boa essa lição...creia qque DEUS demora com a providencia,mas pode ter certeza que ele chega....a paz do senhor para todos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniel Pessoa, a Paz do Senhor Jesus! Muito obrigado pela sua participação! Deus lhe abençoe grandemente! Volte sempre! Desejo-lhe um excelente final de semana! Um forte abraço!

      Excluir
  2. Bom Dia todos,
    É com imenso prazer que por mais uma vez podemos estar participando de mais uma aula sobre a história do povo de Deus. História esta que até hoje nos traz uma grande e forte reflexão sobre o Todo-Poderoso. Muito profundo o que Deus tem capacidade de fazer por nós. Precisamos a cada dia buscar ao Senhor enquanto se pode achar. Portanto, vale a pena servir a Ele sem reservas de força.
    Um forte abraço Ismael Pereira!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Professor Marcelo Gustavo, sinto-me honrado com as suas constante participação aqui no site! Deus lhe recompense pelo carinho demonstrado a nossa pessoa e a este projeto da EBD, espero que continue participando sempre! Eu sei que alguns alunos não estão abertos ao um ensino interativo e com aplicação de novas tecnologias, pessoas que pensam assim tem dificuldades em romper com o tradicionalismo. Mas, creio que você está realizando um grande trabalho! Continue assim! Deus lhe abençoe! Desejo-lhe um excelente final de semana! Boas aulas! Abraços!

      Excluir
  3. Bom dia!
    Tenho observado que quando mudei as estratégias para as aulas da E.B. notei uma melhor participação.
    No entanto, ainda há alguns que rejeitam e resistem o uso das novas tecnologias. Mas, diante disso precisamos convencê-los das diversas possibilidades de melhorias do ensino Bíblico em nossas igrejas e que na verdade é um atrativo diferenciado para o Reino de Deus. Oremos então por todos!

    Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  4. A paz do Senhor para todos!
    Este site é uma benção, a apresentação destes slides na classe tem sido muito positivo. Pena que não estou conseguindo visualizar dois slides da lição do próximo domingo" A Travessia do Mar vermelho". o 1º slide é: Sinopse 3 e o 2º é o slide: Conclusão.
    Que Deus continue te abençoando irmão Ismael Pereira de Oliveira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Josuel, a Paz do Senhor Jesus! Às vezes, alguns slides não abrem dependendo do navegador que se está usando, é sempre bom ter mais de um navegador. Deus lhe abençoe! Um ótimo final de semana! Abraços!

      Excluir
  5. Sempre faço uso desta benção que é este SITE, obrigado e que Deus lhe conceda a PAZ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém! Deus lhe abençoe! Obrigado pela participação! Volte sempre! Um grande abraço!

      Excluir
  6. muito bom esse estudo espero que tenha mais aprendi bastante.

    ResponderExcluir
  7. gostaria de ter no Facebook estes estudos !

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua participação! Volte sempre!